quinta-feira, 30 de junho de 2011

MEDITAÇÃO DIÁRIA


Quinta-feira 30 Junho
Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas
(Mateus 11:28-29).

OS VALORES HUMANISTAS

Ao falar sobre a constituição fundadora da quinta República francesa, um comentarista escreveu: “Essa constituição é de fato o fruto de uma longa história da emancipação do homem e da plena realização pessoal do cidadão… Viva aos valores humanistas!”
Essa declaração merece análise.
Emancipação? Criado livre, o homem escolheu se fazer escravo do pecado. Mas nem sequer se dá conta disso. Somente Jesus Cristo pode libertá-lo realmente.
Plena realização? No paraíso possuía tudo para a sua felicidade, mas escolheu o mal e a desgraça ao desobedecer o Criador. Somente o Senhor Jesus pode salvar, libertar e dar vida em abundância.
Humanismo? É a fé no homem. Mas você realmente crê que o ser humano é bom? Somos capazes do melhor, mas também do pior. Quanto mais há progresso, mais há problemas, contradições, dificuldades a resolver. Somente Jesus Cristo pode libertar e transformar de fato a vida de alguém.
O homem já deu provas suficientes de seu fracasso ao longo da história. É preciso voltarmos para Deus a fim de receber a nova vida que Ele nos concede por meio de Jesus Cristo, o qual nos ensina os valores divinos, eternos, duradouros e que nos trazem a verdadeira felicidade.

APOCALIPSE 21


1 E VI um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe.
2 E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido.
3 E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus.
4 E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.
5 E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.
6 E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida.
7 Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.
8 Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicários, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.
9 E veio a mim um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a esposa, a mulher do Cordeiro.
10 E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a grande cidade, a santa Jerusalém, que de Deus descia do céu.
11 E tinha a glória de Deus; e a sua luz era semelhante a uma pedra preciosíssima, como a pedra de jaspe, como o cristal resplandecente.
12 E tinha um grande e alto muro com doze portas, e nas portas doze anjos, e nomes escritos sobre elas, que são os nomes das doze tribos dos filhos de Israel.
13 Do lado do levante tinha três portas, do lado do norte, três portas, do lado do sul, três portas, do lado do poente, três portas.
14 E o muro da cidade tinha doze fundamentos, e neles os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro.
15 E aquele que falava comigo tinha uma cana de ouro, para medir a cidade, e as suas portas, e o seu muro.
16 E a cidade estava situada em quadrado; e o seu comprimento era tanto como a sua largura. E mediu a cidade com a cana até doze mil estádios; e o seu comprimento, largura e altura eram iguais.
17 E mediu o seu muro, de cento e quarenta e quatro côvados, conforme à medida de homem, que é a de um anjo.
18 E a construção do seu muro era de jaspe, e a cidade de ouro puro, semelhante a vidro puro.
19 E os fundamentos do muro da cidade estavam adornados de toda a pedra preciosa. O primeiro fundamento era jaspe; o segundo, safira; o terceiro, calcedônia; o quarto, esmeralda;
20 O quinto, sardônica; o sexto, sárdio; o sétimo, crisólito; o oitavo, berilo; o nono, topázio; o décimo, crisópraso; o undécimo, jacinto; o duodécimo, ametista.
21 E as doze portas eram doze pérolas; cada uma das portas era uma pérola; e a praça da cidade de ouro puro, como vidro transparente.
22 E nela não vi templo, porque o seu templo é o Senhor Deus Todo-Poderoso, e o Cordeiro.
23 E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que nela resplandeçam, porque a glória de Deus a tem iluminado, e o Cordeiro é a sua lâmpada.
24 E as nações dos salvos andarão à sua luz; e os reis da terra trarão para ela a sua glória e honra.
25 E as suas portas não se fecharão de dia, porque ali não haverá noite.
26 E a ela trarão a glória e honra das nações.
27 E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

MEDITAÇÃO DIÁRIA


Quarta-feira 29 Junho
Quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição… e de modo nenhum escaparão.
O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar
(1 Tessalonicenses 5:3; Mateus 24:35).

UM RELANCE DO FUTURO

Em 19 de Julho de 1992, Paolo Borsellino, “o maior caçador de mafiosos de Palermo”, foi assassinado juntamente com seus guarda-costas. O horrível crime foi condenado pelas autoridades, mas diante de vários atos semelhantes, uma sensação de impotência tomou conta dos responsáveis pela segurança pública da Itália.
Tal impotência diante da injustiça produz um perigoso vazio que algum dia pode ser preenchido por um “homem forte”, seja ele desejado ou não. De fato, a Bíblia afirma que tal homem virá no tempo da tribulação, após o arrebatamento da Igreja. Quando aparecer, em todas as partes se dirá: “Paz e segurança”. Mas não será uma paz genuína, pois Deus não estará presente. Ela será obtida mediante um acordo com a “besta”, ou seja, uma grande autoridade mundial que sairá “do mar”, símbolo das nações na Bíblia (Apocalipse 13:1). Como afirma o versículo de hoje, uma destruição repentina alcançará a humanidade, e “de modo nenhum escaparão”. Essa será a resposta de Deus ao “homem forte”.
Porém, graças a Deus, ainda podemos escapar desse juízo, porque Deus oferece a salvação para todos. O Senhor nos convida a voltarmos para Ele mesmo, confessar nossas culpas e crer no Salvador, Seu Filho Jesus Cristo. Quem aceita o convite, obtém perdão e paz com Deus, que derrama a vida eterna no coração de tal pessoa e a protege de Sua ira que se abaterá sobre os que O rejeitaram.

EVIDÊNCIA QUE EXIGE UM VEREDITO Parte 23


4. SEMENTE DE ABRAÃO

PROFECIA

Na "tua descendência
(literalmente, semente)...
serão benditas todas as nações
da terra; porquanto obedeceste à
minha voz" (Gênesis 22:18).
(Veja também Gênesis 12:2, 3.)
CUMPRIMENTO

"Livro da genalogia de Jesus
Cristo, filho de Davi, filho
de Abraão" (Mateus 1:1).
"Ora, as promessas foram feitas
a Abraão e ao seu descendente
Não diz: 'E aos seus descenden-
tes', como se falando de muitos,
porém como de um só: E ao teu
"descendente, que é Cristo"
(Galatas 3:16).


                       Demonstra-se a importância do acontecimento de Gênesis 22:18 quando percebemos que essa é a única oportunidade em que Deus jura por Si mesmo no Seu relacionamento com os patriarcas.
Matthew Henry diz o seguinte acerca de Gênesis 22:18: "Através da tua Semente, que é uma pessoa específica que descenderá de ti (pois ele não fala de muitos, mas de um só, como o apóstolo comenta em Gálatas 3:16), todas as nações da terra serão abençoadas, ou abençoarão a si mesmas, como o diz Isaías 65:16". 16/82
A passagem acima determina que o Messias viria da raça hebraica.

5. FILHO DE ISAQUE

PROFECIA

"Disse, porém, Deus a Abraão...
por Isaque será chamada a tua
descendência (literalmente) a
tua semente.") (Gênesis 21:12).
CUMPRIMENTO

"Jesus... filho de Isaque"
(Lucas 3:23,24)
(Veja também Mateus 1:2).


                                                             
Abraão teve dois filhos. Agora Deus elimina metade da linhagem de Abraão.

6. FILHO DE JACÓ

PROFECIA

"Ve-lo-ei, mas não agora; contemplá-lo-ei,
mas não de perto; uma estrela procederá
de Jacó, de Israel subirá um cetro que
ferirá as têmporas de Moabe e destruíra
todos os filhos de Sete." (Números 24:17)
(Veja também Gênesis 35:10-12).

CUMPRIMENTO

"Jesus... filho de Jacó..." (Lucas 3:23, 24)
(Veja também Mateus 1:2 e Lucas 1:33).



Hengstenberg, no livro Christology of the Old Testament (Cristologia do Antigo Testamento), assinala que "desde as épocas mais antigas os judeus têm entendido que esse Governante é, exclusivamente, ou principalmente, o Messias, com uma eventual referência secundária a Davi. Mas quer se mantenha sua relação exclusiva com o Messias, quer se aceite que, num primeiro caso, também se refira a Davi, tanto ele como suas vitórias temporais são considerados como tipificadores de Cristo e de Seus triunfos espirituais, os quais (de acordo com essa interpretação) o profeta tinha especialmente em vista". 15/34
Isaque teve dois filhos, Jacó e Esaú. Deus agora se desfaz de metade da linhagem de Isaque.

7. TRIBO DE JUDÁ

PROFECIA

"O cetro não se arredará de
Judá, nem o bastão de entre seus
pés, até que venha Silo; e a ele
obedecerão os povos."
(Gênesis 49:10)
(Veja também Miquéias 5:2.)

CUMPRIMENTO

"Jesus... filho de Judá..."
(Lucas 3:23,33)
(Veja também Mateus 1:2
e Hebreus 7:14).



Fonte judaica: sobre Gênesis 35:11, 12 o Targum de Jônatas diz: "E o Senhor lhe disse: Eu sou o El Shaddai: sede fecundos e multiplicai-vos; um povo santo e uma congregação de profetas e sacedotes sairão dentre teus filhos, aos quais geraste, e dois reis ainda sairão de ti. E a terra que dei a Abraão e a Isaque, darei a ti, e a darei a teus filhos depois de ti". 10/279
Fonte judaica: o Targum de Onkelos diz o seguinte sobre Números 24:17: "Vejo-o, mas não agora; contemplo-o, mas não de perto. Quando um rei proceder de Jacó e o Messias se levantar de Israel..." 10/309
Nos targum acima citados podemos notar que os judeus atribuíram um sentido messiânico a esse trechos. De modo análogo, o Midrash Bamid-bar Rabbah interpreta esse trecho messianicamente. Paul Heinisch conta que "à época de Adriano (132 A.D.) osjudeus se revoltaram contra o jugo romano, chamando seu líder de Barkochba, 'O Filho da Estrela'. Pois criam que o oráculo de Balaão acerca da estrela vinda de Jacó estava se cumprindo e que através de Barkochba Deus iria destruir completamente os romanos". 14/44, 45


Fonte judaica: o Targum de Jônatas diz o seguinte sobre Gênesis 49:10, lia: "Não deixará de surgir reis nem governantes da casa de Judá, nem deixará de existir sapherins ensinando a lei, até que venha o Rei, o Messias, o mais jovem de seus filhos; e por causa dele todos os povos estarão unidos. Como é belo o Rei, e o Messias que se levantar na casa de Ju-dál " 10/331
Fonte judaica: sobre Gênesis 49:11a o Targum de Pseudo-Jônatas afirma: "Quão magnífico é o Rei, o Messias que surgirá na casa de Judá". 3/278
Jacó teve doze filhos, dos quais surgiram as doze tribos da nação israelita. Deus agora deixa de lado onze das doze tribos de Israel. José não teve uma tribo que levasse o seu nome, mas seus dois filhos, Efraim e Manasses, se tornaram líderes de tribos.

8. LINHAGEM FAMILIAR DE JESSÉ

PROFECIA

"Do tronco de Jessé sairá
um rebento, e das suas raízes
um renovo." (Isaías 11:1)

CUMPRIMENTO

"Jesus... filho de Jessé..."
(Lucas 3:23,32)
(Veja também Mateus 1:6.)

Fonte judaica: o Targum de haias diz: "E um Rei se levantará entre os filhos de Jessé, e um Ungido (ou Messias) surgirá dentre os filhos de seus filhos. E nele repousará um espírito vindo da parte do Senhor, o espírito de sabedoria e conhecimento, o espírito de conselho e poder, o espírito de entendimento e de temor do Senhor". 26/40
Delitzsch comenta: "A partir do tronco de Jessé, isto é, a partir do remanescente da família real escolhida, a qual se reduziu à insignificância da casa de onde surgiu, surge um rebento (choter), que promete proporcionar o lugar do tronco e da copa; e bem abaixo, nas raízes cobertas pela terra, e brotando bem pouco acima dela, revela-se um netzer, isto é, um renovo verdejante (palavra oriunda de natzer, brilhar ou florescer). No registro histórico do cumprimento da profecia, observa-se até mesmo o som das palavras: o netzer, a principio tão humilde e insignificante, era um pobre e rejeitado nazareno" (Mateus 2:23). 6/281, 282


9. CASA DE DAVI

PROFECIA

"Eis que vem dias, diz o
Senhor, em que levantarei a
Davi um Renovo justo;
e, rei que é, reinará e agirá
sabiamente,
e executará o juízo e a jus
tiça na terra"
(Jeremias 23:5)
(Veja também 2 Samuel 7:12-16;
Salmo 132:11.)

CUMPRIMENTO

"Jesus... filho de Davi..."
(Lucas 3:23,31)
(Veja também Mateus 1:1;
9:27; 15:22; 20:30, 31;
21:9, 15; 22:41-46; Marcos
9:10; 10:47,48; Lucas
18:38, 39; Atos 13:22, 23;
Apocalipse 22:16.)


Fonte judaica: a referência ao Messias como o "Filho de Davi" é encontrada em toda a parte nos Talmudes.
Driver diz a respeito de 2 Samuel 7:11b: "Aqui Nata chega ao tema principal de sua profecia — a promessa não ao próprio Davi, mas à sua posteridade, e a declaração de que não é Davi que iria construir uma casa para lavé, mas que lavé iria construir uma casa (isto é, uma família) para Davi". 7/275
No livro intitulado The World of Moses Maimonides (O Mundo de Moisés Maimonides), Jacob Minkin apresenta o ponto-de-vista desse douto estudioso judeu: "Rejeitando as especulações místicas acerca do Messias, de sua origem, atividade, e dos maravilhosos poderes sobre-humanos que lhe são atribuídos, Maimonides insistiu que se devia considerar o Messias como um ser humano mortal, sendo diferente das demais pessoas apenas no fato de que ele seria maior, mais sábio e mais resplandecente do que eles. Deve ser um descendente da Casa de Davi e, à semelhança de Davi, deve-se ocupar do estudo da Tora e da observância dos seus mandamentos". 24/63
"Eis que vem dias" é uma expressão comum, empregada para designar o início da era messiânica (veja Jeremias 31:27-34). 19/189
Jessé teve pelo menos oito filhos (veja 1 Samuel 16:10, 11). Deus agora deixa de lado todos esses filhos de Jessé, com exceção de um, Davi.


10. NASCIDO EM BELÉM

PROFECIA

"E tu, Belém Efrata,
pequena demais Para figurar como
grupo de milhares de Judá,
de ti me sairá o que há de
reinar em Israel, e cujas origens
são desde os tempos antigos,
desde os dias da eternidade."
(Miquéias 5:2)

CUMPRIMENTO

"Tendo Jesus nascido em
Belém da Judéia..."
(Mateus 2:1)
(Veja também João 7:42;
Mateus 2:4-8; Lucas
2:4-7)


Em Mateus 2:6 os escribas informam Herodes com grande certeza de que o Cristo nasceria em Belém (veja João 7:42). É bem apropriado que Belém, palavra que significa "a casa do pão", seja o lugar em que nasceu aquele que é o Pão da Vida. 16/1414
Deus agora elimina todas as cidades do mundo, com exceção de uma, para a entrada de Seu Filho encarnado.
11. JESUS RECEBE PRESENTES

PROFECIA

"Paguem-lhe tributos os reis de Társis e das ilhas;
os reis de Sabá e de Sebá lhe ofereçam presentes."
(Salmos 72:10)
(Veja também Isaías 60:6).
CUMPRIMENTO

"...eis que vieram uns magos do oriente a Jerusalém... Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas..." (Mateus 2:1,11)



A aplicação histórica do salmo 72 é a Salomão. A aplicação messiânica encontra-se desenvolvida nos versículos 12-15.
Os habitantes de Sebá e de Sabá, os sabeus, viviam na Arábia. 25/941, 1006 Matthew Henry diz, sobre Mateus 2:1, 11, que os sábios foram "homens do oriente, que eram conhecidos por suas predições (Isaías 2:6). A Arábia é chamada de terra do oriente (Gênesis 25:6) e os árabes são chamados de homens do oriente (Juizes 6:3). Os presentes que trouxeram eram os produtos daquele país..." 16/16


12. HERODES MATA CRIANÇAS


PROFECIA

"Assim diz o Senhor: Ouviu-se um
clamor em Rama, pranto e grande
lamento; era Raquel chorando por
seus filhos, e inconsolável por causa
deles, porque já não existem."
(Jeremias 31:15)

CUMPRIMENTO

"Vendo-se iludido pelos magos,
enfureceu-se Herodes grandemente,
e mandou matar todos os meninos
de Belém e de todos os seus arredores,
de dois anos para baixo, conforme o
tempo do qual com precisão se
informara dos magos." (Mateus 2:16)



Jeremias 31:17, 18 fala da dispersão e do extermínio de Israel. O que o fato de Herodes matar os recém-nascidos em Belém tem a ver com a deportação? Será que Mateus estava enganado quando interpretou a profecia de Jeremias como se cumprindo nas atrocidades de Herodes (Mateus 2:17, 18) ou o assassinato dos inocentes como um tipo da destruição de Israel ou Judá? Laetsch diz: "Não, Certamente que não. Todo o contexto do capítulo 31, começando em 30:20 e indo até 33:26, é messiânico. Os quatro capítulos falam da aproximação da salvação do Senhor, da vinda do Messias para restabelecer o Reino de Davi na forma de uma nova aliança, da qual o perdão dos pecados deve ser o fundamento (31:31-34); um reino em que cada alma fatigada e entristecida será totalmente reconfortada (31:12-14, 25). Como exemplo desse consolo, o Senhor introduz a idéia daquele consolo que seria estendido às mães que houvessem sofrido grande perda por causa de Cristo, o cruel assassinato de seus filhos recém-nascidos". 19/250


2B. Profecias Acerca da Natureza de Jesus

13. SUA PREEXISTÊNCIA

PROFECIA
"Disse o Senhor ao meu senhor:
Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés." (Salmo 110.1) (Veja também Jeremias 23:6)

CUMPRIMENTO
"É que hoje vos nasceu na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor." (Lucas 2:11)
"Replicou-lhes Jesus: Como, pois, Davi, pelo Espírito, chama-lhe Senhor, dizendo: Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te  à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés? Se Davi, pois, lhe chama Senhor, como é ele seu filho?" (Mateus 22:43-45)


Fonte judaica: o Targum de Isaías diz: "O profeta diz à casa de Davi: Uma criança nos nasceu, um filho nos foi dado; e Ele tomou a lei sobre Si para guardá-la, e Seu nome tem sido chamado desde tempos antigos: Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Aquele que vive para sempre, o Ungido (ou Messias), em cujo tempo a paz se nos aumentará (Isaías 9:6). 26/32
Fonte judaica: o Targum de Isaías diz: "Assim diz o Senhor, o Rei de Israel, e seu Salvador, o Senhor dos exércitos; Eu sou Ele, Eu sou Aquele que existe desde a eternidade; sim, a eternidade é minha, e além de mim não há Deus" (Isaías 44:6). 26/148
Hengstenberg diz o seguinte sobre Miquéias 5:2: "Afirma-se aqui a idéia geral da existência do Messias antes do seu nascimento temporal em Belém; e, então, afirma-se a sua eternidade em contraste com todo o período de tempo que é mencionado aqui". 15/573


14. ELE SERÁ CHAMADO DE SENHOR


PROFECIA

"E tu, Belém Efrata, pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá,
de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade."
(Miquéias 5:2) (Veja também Isaías 9:6,7;
41:4; 44:6; 48:12; Salmo 102:25; Provérbios 8:22, 23.)


CUMPRIMENTO

"Ele é antes de todas as cou-sas. Nele tudo subsiste."
(Colossenses 1:17)
(Veja também João 1:12;
8:58; 17:5, 24;
Apocalipse 1:17; 2:2; 22:13.)

APOCALIPSE 20


1 E VI descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão.
2 Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos.
3 E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.
4 E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.
5 Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição.
6 Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.
7 E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão,
8 E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha.
9 E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou.
10 E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.
11 E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles.
12 E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.
13 E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.
14 E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte.
15 E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.

terça-feira, 28 de junho de 2011

MEDITAÇÃO DIÁRIA


Terça-feira 28 Junho
E, quando vos conduzirem às sinagogas, aos magistrados e potestades, não estejais solícitos de como ou do que haveis de responder, nem do que haveis de dizer. Porque na mesma hora vos ensinará o Espírito Santo o que vos convenha falar
(Lucas 12:11-12).

O INTERROGATÓRIO

Na época do ditador Nicolae Ceausescu, um crente romeno recebeu a visita da polícia secreta que revistou toda a casa e confiscou muitos livros cristãos. Prenderam e levaram o crente ao tribunal. Interrogaram-no duramente por dez horas. Ao final, os juízes perguntaram: Tem algo mais a acrescentar?
– Senhores, este interrogatório e prisão não me surpreenderam, porque eu sabia que isso iria acontecer. O Senhor Jesus disse aos Seus discípulos que, se queriam segui-Lo, seriam presos e sofreriam. Os senhores teriam me prendido se eu não fosse cristão?
– Não.
– Portanto, a Bíblia é verdadeira. Estou disposto a suportar as conseqüências de minha fidelidade e a pagar o preço. O trabalho de vocês consiste em estabelecer esse valor; o meu é pagá-lo com alegria, porque amo a Deus. Ele me fortalecerá para suportar essa prova. Mas quero que saibam que Ele também os ama.
Os juízes, espantados, se entreolharam e disseram ao acusado: – Vá para casa. Depois de tudo, o seu caso não é da alçada da justiça humana.
Embora o mundo esteja contra os que crêem em Jesus, isso não deve desanimá-los, pois o amor de Deus os consola. Além disso, a esperança e a fé os faz alcançar a vitória. O próprio Senhor Jesus carregou uma cruz e morreu pregado nela; e Ele categoricamente afirmou: “Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me” (Marcos 8:34). Existe uma cruz para nós e existe um preço a pagar por seguir o Senhor Jesus. Não se engane, “no mundo tereis aflições” (João 16:33). Não existe Evangelho sem sofrimento. Você, como esse crente romeno, está disposto a pagar o preço com alegria por seguir ao Senhor Jesus?

EVIDÊNCIA QUE EXIGE UM VEREDITO Parte 22



capítulo 9:

As Profecias
Messiânicas do
Antigo Testamento
Cumpridas em
Jesus Cristo...

Por todo o Novo Testamento os apóstolos se basearam em duas áreas da vida de Jesus de Nazaré para provar o Seu caráter messiânico. Uma foi a ressurreição, a outra consiste nas prefecias messiânicas cumpridas. O Antigo Testamento, escrito durante um período de mais de mil anos, contém centenas de referências ao Messias que viria. Todas essas referências cumpriram-se em Jesus Cristo e fornecem uma sólida confirmação das Suas credenciais como o Messias.

1A. INTRODUÇÃO

1B. O Propósito da Profecia Messiânica

1C. DEUS É O ÚNICO DEUS VERDADEIRO, CUJO CONHECIMENTO É INFINITO E CUJA PALAVRA NÃO FALHA.

 "Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? ou tendo falado, não o cumprirá?" (Números 23:19).

2C. TODAS AS COISAS ESTÃO SUJEITAS À VONTADE DE DEUS

"Lembrai-vos das cousas passadas da antigüidade;
que eu sou Deus e não há outro,
eu sou Deus e não há outro semelhante a mim;
que desde o princípio anuncio o que há de acontecer,
e desde a antigüidade as cousas que ainda não sucederam;
que digo: O meu conselho permanecerá de pé,
farei toda a minha vontade" (Isaías 46:9, 10).

3C. O MESSIAS  SERÁ PLENAMENTE RECONHECIDO COM BASE EM SUAS CREDENCIAIS

"As primeiras cousas desde a antigüidade as anunciei;
sim, pronunciou-as a minha boca, e eu as fiz ouvir;
de repente agi, e elas se cumpriram.
Por isso te anunciei desde aquele tempo,
e te dei a conhecer antes que acontecesse,
para que não dissesses: O meu ídolo fez estas cousas,
ou a minha imagem de escultura e a fundição as ordenaram"
(Isaías48:3, 5).

"O qual foi por Deus outrora prometido por intermédio dos seus profetas nas Sagradas Escrituras, com respeito a seu Filho, o qual, segundo a carne, veio da descendência de Davi, e foi designado Filho de Deus com poder, segundo o espírito de santidade, pela ressurreição dos mortos, a saber, Jesus Cristo, nosso Senhor" (Romanos 1:2-4).

2B. Apelo às Profecias Messiânicas

"Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas: não vim para revogar, vim para cumprir" (Mateus 5:7).
"E, começando por Moisés, discorrendo por todos os profetas, expunha-lhes o que seu respeito constava em todas as Escrituras" (Lucas 24:27).
"A seguir Jesus lhes disse: São estas as palavras que eu vos falei, estando ainda convosco, que importava se tudo o que de mim está escrito cumprisse na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos" (Lucas 24:44).
"Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim. Contudo não quereis vir a mim para terdes vida. Porque se de fato crêsseis em Moisés, também creríeis em mim; porquanto ele escreveu a meu respeito. Se, porém, não credes nos seus escritos, como crereis nas minhas palavras?" (João 5:39,40,46,47).
"De sorte que neles se cumpre a profecia de Isaías: 'Ouvireis com os ouvidos, e de nenhum modo entendereis; vereis com os olhos e de nenhum modo percebereis" (Mateus 13:14 - sobre as parábolas).
"Este é de quem está escrito: "Eis aí eu envio diante da tua face o meu mensageiro, o qual preparará o teu caminho diante de ti" (Mateus 11:10 -sobre João Batista)
"Perguntou-lhes Jesus: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular?" (Mateus 21:42).
"Tudo isto, porém, aconteceu para que se cumprissem as Escrituras dos profetas" (Mateus 26:56).
"Então verão o Filho do homem vir nas nuvens, com grande poder e glória" (Marcos 13:26 - referência a Daniel 7:13, 14).
"Tendo fechado o livro, devolveu-o ao assistente e sentou-se; e todos na sinagoga tinham os olhos fitos nele. Então passou Jesus a dizer-lhes: Hoje se cumpriu a Escritura que acabais de ouvir" (Lucas 4:20, 21).
"Pois vos digo que importa que se cumpra em mim o que está escrito: Ele foi contado com os malfeitores. Porque o que a mim se refere está sendo cumprido" (Lucas 22:37).
"Isto, porém, é para que se cumpra a palavra escrita na sua lei: Odiaram-se sem motivo'" (João 15:25).

2C. OS ESCRITORES DO NOVO TESTAMENTO APELAM ÀS PROFECIAS CUMPRIDAS EM JESUS

"Mas Deus assim cumpriu o que dantes anunciara por boca de todos os profetas que o seu Cristo havia de padecer" (Atos 3:18).
"Dele todos os profetas dão testemunho de que, por meio de seu nome, todo o que nele crê recebe remissão de pecados" (Atos 10:43).
"Depois de cumprirem tudo o que a respeito dele estava escrito, tiran-do-o do madeiro, puseram-no em um túmulo" (Atos 13:29).
"Paulo, segundo o seu costume, foi procurá-los, e por três sábados arrazoou com eles, acerca das Escrituras, expondo e demonstrando ter sido necessário que o Cristo padecesse e ressurgisse dentre os mortos; e que este é Cristo, Jesus, que eu vos anuncio" (Atos 17:2, 3).
"Antes de tudo vos entregueis o que também recebi; que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras" (1 Coríntios 15:3,4).
"O qual foi por Deus outrora prometido por intemédio dos seus profetas nas Sagradas Escrituras" (Romanos 1:2).
"Também vós mesmos, como pedras que vivem, sois edificados casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais, agradáveis a Deus por intermédio de Jesus Cristo. Por isso está na Escritura: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer não será de modo algum envergonhado" (1 Pedro 2:5, 6).
"Então convocando todos os principais sacerdotes e escribas do povo, indagava deles onde o Cristo deveria nascer. Em Belém da Judéia, responderam eles, porque assim está escrito por intermédio do profeta: E tu, Belém, terra de Judá, não és de modo algum a menor entre as principais de Judá; porque de ti sairá o Guia que há de apascenter a meu povo, Israel" (Mateus 2:4-6).



3C  NA OBRA E NA PESSOA DE CRISTO CUMPREM-SE AS FESTAS LEVITICAS 13/41

A Festa (Levítico 23)       O Cumprimento em Cristo

Páscoa (abril)                     Morte de Cristo (1 Coríntios 5:7)
Pães Ázimos (abril)           O Andar Puro (1 Coríntios 5:8)
Primícias (abril)                 Ressurreição (1 Coríntios 15:23)
Pentecostes (junho)           Derramamento do espírito (Atos 1:5; 2:4)
Trombetas   (setembro)
     R eajuntamento   de   Israel   (Mateus 24:31)
Expiação   (setembro)
       Purificição   por   Cristo   (Romanos 11:26)
Tabernáculos (setembro)
   Descanso e reunião com Cristo (Zacarias 14: 16:18)


3B. Significado da Profecia Preditiva

1C. CONCLUI QUE EXISTE UMA MENTE DIVINA POR DETRÁS DO ANTIGO E NOVO TESTAMENTOS

2C. CONFIRMA A REALIDADE DE DEUS

3C. CONFIRMA A DIVINDADE DE JESUS

4C. DEMONSTRA A INSPIRAÇÃO DA BÍBLIA

2A. O ANTIGO TESTAMENTO CONTÉM MAIS DE 300 REFERÊNCIAS AO MESSIAS, AS QUAIS CUMPRIRAM-SE EM JESUS

1B. Objeção

As profecias foram escritas à época de Jesus ou depois, e, portanto, cumprem-se a si mesmas.

2B. Resposta

Se você não aceita o ano de 450 a.C. como a data em que se completou a redação do Antigo Testamento, então considere o seguinte: A Septu-aginta, a tradução em grego das Escrituras Hebraicas, começou a ser feita durante o reinado de Ptolomeu Filadelfo 285-246 a.C). É obvio que, se tradução em grego começou a ser preparada em 250 a.C, então seria preciso haver um texto em hebraico do qual foi feita a tradução. Isso é suficiente para indicar que houve um intervalo de pelo menos 250 anos entre o momento das profecias serem escritas e o seu cumprimento na pessoa de Cristo.  184

3A. CREDENCIAIS DE JESUS COMO MESSIAS ESTABELECIDAS POR MEIO DE PROFECIAS CUMPRIDAS

1B. Profecias Acerca do Seu Nascimento



1. NASCIMENTO DA SEMENTE DA MULHER

PROFECIA                                        

"Porei inimizade
entre ti e a mulher,
entre a tua descendência e o
seu descendente.
Este te ferirá a cabeça,
e tu lhe ferirás o calcanhar"
(Gênesis 3:15).

CUMPRIMENTO

"Vindo, porém, a plenitude
do tempo, Deus enviou seu Filho,
nascido de mulher,
nascido sob a lei"
(Gálatas 4:4)
(Veja também Mateus 1:20.)


Fonte judaica: sobre Gênesis 3:15 o Targum de Onkelos diz: "E eu porei inimizade entre ti e a mulher, e entre o teu filho e o filho dela. Ele te fará lembrar o que lhe fizeste desde o princípio, e tu lhe obedecerás até o fim". 10/41
Fonte judaica: sobre Gênesis 3:15 o Targum de Pseudo-Jônatas afirma: "E eu porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a semente da tua descendência e a semente da descendência dela; e será que quando a descendência da mulher guardar os mandamentos da Lei, eles se voltarão diretamente (para ti) e esmagarão a tua cabeça; mas quando abandonarem os mandamentos da Lei, tu te voltarás diretamente (para eles), e tu os ferirás no calcanhar. Contudo, para eles haverá um remédio, mas para ti não, e no futuro eles estarão em paz com o calcanhar, nos dias do rei, o Messias". 3/122
O que temos em seguida é um comentário interessante, feito por David L. Cooper: "Em Gênesis 3:15 encontramos a primeira predição relativa ao Salvador do mundo, chamado de "a semente da mulher" No oráculo original Deus predisse um prolongado conflito a ser travado entre 'a semente da mulher' e 'a semente da serpente', que seria no final ganho pela semente da mulher. Essa promessa inicial indica uma luta entre, de um lado, o Messias de Israel, o Salvador do mundo, e, de outro, Satanás, o adversário da alma humana. Prediz que no final haverá uma vitória total do Messias. Alguns comentaristas acreditam que em Gênesis 4:1 encontra-se um eco dessa promessa e a compreensão de Eva sobre o assunto, a saber, a afirmação de Eva quando Caim, seu primeiro filho, nasceu. 'Adquiri um homem, Jeová.' Ela compreendeu acertadamente essa primeira predição, mas errou ao interpretar que a predição tivesse se cumprido em Caim, o seu filho. É claro que Eva acreditava que o filho da promessa seria o próprio Jeová. Alguns antigos comentaristas judeus costumavam interpolar a palavra 'o anjo' nessa passagem e dizer que Eva havia afirmado que seu filho era 'o anjo de Jeová'. Não há base para essa afirmativa". 5/8, 9
A Edição Revista e Atualidade da Tradução de Almeida assim traduz Gênesis 4:1: "... disse: adquiri um varão com o auxilio do Senhor".



2. NASCIDO DE UMA VIRGEM

PROFECIA

"Portanto    o    Senhor
mesmo vos dará sinal:
Eis que a virgem conceberá
e dará à luz um filho, e lhe
chamarás Emanuel" (Isaías 7:14).
CUMPRIMENTO

"...achou-segrávidapeloEspírito
Santo. ...José... não a conheceu,
enquanto ela não deu à luz um
filho, a quem pôs o nome de
Jesus" (Mateus 1:18, 24, 25).
(Veja também Lucas 1:26-35)

A língua hebraica tem duas palavras para designar a mulher virgem:
1.            Bethulah — palavra que designa uma mulher virgem (Gênesis 24:16; Levítico 21:13; Deuteronômio 22:14,23,28; Juizes 11:37; 1 Reis 1:2). De acordo com Unger, Joel 1:8 não é uma exceção porque "diz respeito à perda do noivo, com quem não havia se casado".
2.            Almah (com véu) — mulher jovem na idade de se casar. Essa é a palavra empregada em Isaías 7:14. "Por intermédio de Isaías, o Espírito Santo não utilizou a palavra bethulah, porque tanto a idéia de virgindade como a de idade de se casar tinham de estar combinadas numa só palavra de modo a corresponder à situação histórica imediata e ao aspecto profético de um Messias nascido de uma virgem". 28/1159
Em grego a idéia de virgindade é trazida pela palavra parthenos, tendo os seguintes sentidos: uma virgem, jovem em idade de se casar ou jovem casada, virgem pura (Mateus 1:23; 25:1, 7, 11; Lucas 1:27; Atos 21:9; 1 Coríntios 7:25, 28, 33; 2 Coríntios 11:2). 28/1159
Quando os tradutores da Septuaginta traduziram Isaías 7:14 para o grego, empregaram a palavra grega parthenos. Para eles Isaías 7:14 indicava que o Messias nasceria de uma virgem.


3. FILHO DE DEUS


PROFECIA

"Proclamarei o decreto do
Senhor: Ele me disse: *Tu és
meu   filho,   eu   hoje   te   gerei"
(Salmo 2.7).
(Veja também 
I Crônicas 17:11-14'
II Samuel     7.12-16.')

CUMPRIMENTO

"...E eis uma voz dos céus,
que dizia: Este é o meu Filho
amado,   em   quem   me
comprazo". (Mateus 3:17).
(Veja também Mateus 16;16;
Marcos  9:7;   Lucas   9:35;
22:70; Atos   13:20-22; João
1:34,49)



Marcos 3:11 - Os demônios reconheceram Sua condição de Filho.
Mateus 26:63 — Até o sumo sacerdote reconheceu Sua condição de Filho.
E. W. Hengstemberg diz: "É um fato indubitável, reconhecido unanimemente até mesmo por aqueles que recentemente têm contestado que essa seja uma referência a Ele, que o salmo (Salmo 2) era reconhecido por todos os judeus da antigüidade como uma predição do Messsias." 15/43
"Na encarnação o Primogênito veio ao mundo (Hebreus 1:6). Mas só por ocasião e através da Sua ressurreição é que a Sua divindade, como o Unigênito do Pai, foi manifestada e claramente confirmada por Deus. 'Segundo a carne, veio da descendência de Davi', sendo então, 'designado Filho de Deus com poder, segundo o espírito de santidade, pela ressurreição dos mortos'" (Romanos 1:3,4). 11/107


Doações para manutenção

Banco Bradesco
Ag. 1804-0 c/c 00585785

Banco Bradesco
Ag.1804-0 conta poupança 1008973-5