quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



20 de Setembro

"Não é a minha palavra fogo, diz o Senhor, e martelo que esmiúça a penha?" Jeremias 23.29
O que é o fogo? É a Palavra de Deus, que vive e arde em nós. O fogo também é uma representação dos sofrimentos do Cordeiro. Nós também somos conduzidos através daquilo que Jesus passou e sofreu. Este é o caminho da humilhação. Jesus se humilhou tanto que até assumiu a forma de servo. Por isso, Deus Lhe deu um nome que está acima de todo nome. O fogo é um fogo purificador que cai sobre nós por meio da entrega total e voluntária: "...para que o valor da vossa fé, uma vez confirmado, muito mais precioso do que ouro perecível, mesmo apurado por fogo, redunde em louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo."
Através da vinda do próprio Senhor Jesus teremos nossa última purificação. Todas as nossas obras passarão pelo fogo quando estivermos diante do Tribunal de Cristo, e então se queimará tudo que for terreno, passageiro, tudo que for pecaminoso. Apenas permanecerá o holocausto – a entrega total – aquilo que não é consumido pelo fogo, aquilo que para o Senhor é "ouro, prata, pedras preciosas".

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



19 de Setembro

"Então caiu fogo do Senhor, e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e a terra, e ainda lambeu a água que estava no rego." 1 Reis 18.38
Pouco se fala sobre o holocausto completo sobre o altar, e sobre o fogo que surgiu e passou por todos os obstáculos que normalmente resistem ao fogo (pedra, terra e água) porque o holocausto perfeito se encontrava no altar. Hoje em dia, os obstáculos são grandes: mentalidade terrena, representada pela terra; obstinação, representada pelas pedras; fraqueza, representada pela lenha. Até a água, que é um elemento contrário ao fogo, que neste caso representa o não querer, não é impedimento para o fogo, porque o holocausto está presente.
Se a entrega voluntária (oferta de manjares) estiver ligada à entrega completa (holocausto) então também é capaz de permanecer no altar. A entrega voluntária e a entrega total nos unem ao altar de Deus, como está escrito: "...adornai a festa com ramos até às pontas do altar." Dessa maneira, somos ligados ao Senhor, ligados ao lugar em que Ele vem ao nosso encontro.

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



18 de Setembro

"Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos."Zacarias 4.6
Toda a Bíblia está repleta de testemunhos de pessoas que se humilharam, que deixaram de lado a sua glória e seguiram o caminho da renúncia. Se você quer continuar ardente em seu amor a Jesus, então renuncie à sua glória própria! "Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus." O fogo do Espírito Santo começa a iluminar, a aquecer e a queimar assim que um pecador se humilha como Jesus se humilhou e se esvaziou de si mesmo. Sansão, um personagem do Antigo Testamento, é um exemplo disso. Ele se humilhou diante dos seus inimigos, e, em Juízes 16.28, escutamos irromper seu grito que brotava de um coração arrependido: "Senhor Deus, peço-te que te lembres de mim, e dá-me força só esta vez." Nessas escassas palavras, Sansão se humilha da sua incapacidade, do seu fracasso e do seu pecado. E eis que, naquele momento, é revelado o Cordeiro que morreu e que venceu a morte. A vitória do Senhor por meio de Sansão se tornou a mais gloriosa, quando, em arrependimento, ele se despiu da sua última glória. Essa obediência de se esvaziar de si mesmo, que se manifestou profeticamente em Sansão na presença do poder do inimigo, faz arder o fogo do Espírito Santo.

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



17 de Setembro

"Eu vim para lançar fogo sobre a terra e bem quisera que já estivesse a arder." Lucas 12.49
Quem é Jesus? Ele é o Cordeiro de Deus, o holocausto perfeito, o bom Pastor. Ele é a porta, o caminho para o Pai.
Como foi Jesus? Pedro disse que Ele era puro, imaculado e inocente; Paulo testifica que Jesus não conheceu pecado. Mas o anseio íntimo pelo fogo que deveria arder não foi despertado unicamente pela pureza e inocência de Jesus. Muitos sabem que foram purificados pelo sangue do Salvador e justificados pelo nome do Senhor Jesus. Mas este fato não acende o fogo do Espírito Santo – e assim chegamos a uma outra pergunta importante:
Como viveu Jesus? Em obediência! "...A si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte, e morte de cruz." Aqui já nos aproximamos do mistério do fogo que arde sempre, a revelação da Sua missão: "Eu vim para lançar fogo sobre a terra e bem quisera que já estivesse a arder." Ele conhece o caminho para isso e diz: "Tenho, porém, um batismo com o qual hei de ser batizado; e quanto me angustio até que o mesmo se realize." Jesus se despiu da Sua glória legítima para que por meio dEle pudesse ser aceso o fogo sobre a terra!

domingo, 16 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



16 de Setembro

"Depois destas cousas vi, e eis grande multidão que ninguém podia enumerar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro."Apocalipse 7.9
O último livro da Bíblia, o Apocalipse, nos revela a glória do Cordeiro. Ali vemos a posição do Cordeiro diante de Deus. Só raramente o trono de Deus é mencionado sem o Cordeiro. Em vez disso, lemos: "...e clamavam em grande voz, dizendo: Ao nosso Deus que se assenta no trono, e ao Cordeiro, pertence a salvação." Ou: "Então me mostrou o rio da água da vida, brilhante como cristal, que sai do trono de Deus e do Cordeiro."
Logo em seguida o Cordeiro é revelado como o centro da glória de Deus, e isto por toda a eternidade. A vida eterna jamais existe sem o Cordeiro de Deus: "Nela nunca jamais penetrará cousa alguma contaminada, nem o que pratica abominação e mentira, mas somente os inscritos no livro da vida do Cordeiro." Deus deu ao Cordeiro o registro dos salvos. E somente aquele que recebeu a natureza do Cordeiro no renascimento poderá um dia ver o Cordeiro: "Sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque havemos de vê-lo como ele é." Tão gloriosa, mas também absolutamente séria é a mensagem do Cordeiro!

sábado, 15 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



15 de Setembro

"Porque, de fato foi crucificado em fraqueza, contudo vive pelo poder de Deus." 2 Coríntios 13.4
Jesus é chamado Cordeiro de Deus a fim de nos desvendar a natureza da Sua vitória. Pois a vitória de Jesus é a vitória do Cordeiro. Ele a conquistou excluindo quaisquer esforços humanos, pois Ele "foi crucificado em fraqueza." Por isso é tão poderosa a exclamação de João Batista, mesmo em sua aparente contradição: "Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!" O mais fraco realizou o feito mais grandioso! O quanto Jesus já estava fraco vemos quando caiu sob o peso da cruz. Mas quando estava dependurado nela, começou a maior revelação de poder de todos os tempos diante do mundo invisível, espantado e trêmulo: o Cordeiro de Deus carregou o pecado do mundo. Que força tão grande capacitou o Cordeiro fraco a carregar o pecado do mundo inteiro? Eis aqui a resposta: o amor de Deus pelo mundo todo estava por trás. Não está escrito: ‘Eis o Cordeiro’, mas: "Eis o Cordeiro de Deus." O Cordeiro é capacitado – pelo poder do amor de Deus – a consumar o que tem valor eterno: tirar o pecado e a culpa de todos os homens. E aquela pessoa que, agora, segue o Cordeiro, experimenta exatamente a mesma coisa: na maior fraqueza consegue realizar o que é mais difícil. Nesse sentido, uma passagem da Bíblia adquire o maior significado: "...o poder se aperfeiçoa na fraqueza."

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



14 de Setembro

"Foi levado como ovelha ao matadouro; e como um cordeiro, mudo perante o seu tosquiador, assim ele não abre a sua boca." Atos 8.32
Jesus é chamado Cordeiro a fim de revelar Sua natureza ao mundo. Um cordeiro representa inocência e pureza. Jesus é verdadeiro homem em todas as coisas: "...antes foi ele tentado em todas as cousas, à nossa semelhança, mas sem pecado." Que de fato Ele se tornou um homem de carne e sangue como todos os outros, isso reconhecemos na revelação da Sua profunda humanidade: derramou lágrimas, teve fome, teve sede, se sentiu cansado, foi tentado por Satanás – mas não pecou! Por isso Ele é chamado Cordeiro de Deus. Porque Jesus era puro, Seu sangue – única e exclusivamente Seu sangue purifica de todo pecado.
Ele é chamado Cordeiro de Deus a fim de nos mostrar o Seu caminho. Ele veio a esta terra com a clara finalidade dada por Deus de morrer pelos nossos pecados: "Digno é o Cordeiro, que foi morto." Ele não foi surpreendido pela Sua execução, mas disse com santa firmeza: "...precisamente com este propósito vim para esta hora." Ele entregou Sua vida voluntariamente, e com isso, revelou Sua índole como cordeiro, que pressente e sabe quando será morto.

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



13 de Setembro

"Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!" João 1.29
Aquele que compreende o pleno significado destas palavras conhece o caminho para a vida eterna. O Cordeiro de Deus é o centro da mensagem bíblica. E em toda a Bíblia encontramos o Cordeiro, o cordeiro perfeito: "Pôs Abraão à parte sete cordeiras do rebanho." Sete é o número da perfeição divina. As sete cordeiras de Abraão apontam para o dom perfeito de Deus, Seu Filho, o Cordeiro.
Davi e toda a congregação ofereceram mil cordeiros ao Senhor. Essa quantia nos leva ao número 10 (10 x 10 x 10). Nas Escrituras, o número dez é um símbolo de toda a humanidade. Jesus, o Cordeiro que carregou os pecados de todo o mundo, também é o Cordeiro para cada pobre pecador. Como já foi dito, Ele não é somente o Cordeiro para todo o mundo, mas também para você, que tem consciência da própria miséria e perdição. João Batista pregou arrependimento para perdão dos pecados a uma grande multidão. E então veio a plenitude dos tempos naquele dia, quando, de repente, ele se deteve, apontando para um homem no meio da multidão que estava escutando atentamente. Todos olhavam para ele, e João exclamou: "Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!"

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



12 de Setembro

"Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé..." 1 Pedro 5.8-9
Devemos ver claramente que estamos organicamente enxertados em Israel (Rm 11.17-22). Esta também é a razão dos muitos ataques do inimigo a essa nação. Israel é a parte do povo de Deus que aparece visivelmente, e a Igreja de Jesus é o reverso, por assim dizer, o lado interior. Por isso também temos o mesmo inimigo e temos a mesma luta! Isso significa na prática: o mesmo inimigo que quer destruir a Israel fisicamente e não conhece misericórdia também quer destruir espiritualmente a nós, filhos de Deus. Sua tática astuta ataca os nossos olhos, para que vejamos pecado. Ele quer semear pecado, pensamentos pecaminosos em nosso coração. As Escrituras dizem: "...guarda o teu coração." Permita que a Palavra de Deus permaneça em seu coração! Satanás quer dominar os seus pensamentos, mas lembre-se do seu supremo Comandante e Salvador Jesus Cristo. O inimigo quer que você comece a falar coisas negativas, mas a Palavra de Deus lhe exorta a calar: "...quem quer amar a vida e ver dias felizes, refreie a sua língua do mal e evite que os seus lábios falem dolosamente." Hoje em dia muitos caem, mas queremos tomar a ofensiva e atacar em nome de Jesus, pois justamente nesse tempo do fim ainda há muito terreno a conquistar!

terça-feira, 11 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



11 de Setembro

"Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e, sim, poderosas em Deus, para destruir fortalezas..." 2 Coríntios 10.4
Tudo depende do ponto de vista! Josué tinha a visão desanimadora de Jericó diante de si, mas levantou seus olhos para cima: "...eis que se achava em pé diante dele um homem que trazia na mão uma espada." Tendo esse encontro com o Vencedor, Josué ganhou a batalha contra Jericó. Essa foi uma verdadeira vitória pela fé. A tática do povo de Israel simplesmente consistiu em obedecer à estratégia proposta por Deus. A maneira de lutar de Deus foi e continua sendo totalmente ilógica para a compreensão humana. Israel não pelejou contra Jericó, mas cercou o inimigo com a presença de Deus. O segredo da vitória foi o conhecimento de Deus, a presença do Senhor, pois eles carregavam a arca do Senhor consigo. A oração, cercando o inimigo com a presença do Senhor, fez com que o poder do inimigo desmoronasse. Da parte de Deus, tudo já havia acontecido. A presença de Deus foi suficiente para a vitória naquela ocasião, e continua sendo suficiente hoje também! Esse é o segredo do nosso Estrategista celestial. Tudo já está consumado! A vitória é nossa, e essa certeza nos fortalece no combate da fé.

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



10 de Setembro

"E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte." 2 Coríntios 12.7
Um outro tipo de tática inimiga de Satanás é o ataque frontal e direto ao corpo, alma e espírito dos filhos de Deus. A guerra avança em todas as fronteiras. Paulo, como servo do Senhor, também conheceu isso. O ataque contínuo de Satanás ao seu corpo também havia afetado seu espírito e sua alma. Que contra-tática devemos usar quando o inimigo nos confronta dessa maneira? Como devemos nos comportar nesse caso? Nossa tática contrária deve ser não contra-atacar, mas consultar nosso supremo Comandante Jesus Cristo. Paulo fez exatamente isso. Quando ele via outros que estavam sendo afligidos por Satanás, ele ordenava que o inimigo se afastasse em nome de Jesus. Mas quando ele próprio era atacado, recorria ao Senhor: "Por causa disto três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim." E eis que o Senhor Jesus Cristo, o maior estrategista, fez a maravilha: Ele abriu as fontes da graça ao seu servo e disse: "A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza." Dessa maneira, a tática ofensiva do inimigo nada conseguiu na vida de Paulo.

sábado, 8 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



8 de Setembro

"Por isso restabelecei as mãos descaídas e os joelhos trôpegos; e fazei caminhos retos para os vossos pés, para que não se extravie o que é manco, antes seja curado."Hebreus 12.12-13
A tática do combate da fé requer a execução das ordens do Comandante nos mínimos detalhes: marcha, instrução, segurança e abrigo. Como filhos de Deus, nunca devemos retroceder, mas sempre seguir em frente. Também não devemos nos dar ao luxo de um cessar-fogo; devemos ter sempre a bandeira desfraldada. Instrução significa conhecer os intentos do inimigo. Para quê? "...Para que Satanás não alcance vantagem sobre nós, pois não lhe ignoramos os desígnios." Só pode ser um soldado de Jesus Cristo aquele que entregou sua vontade própria incondicionalmente a Ele: "...e eu não fui rebelde, não me retraí." Aquele que, como Paulo, anda em absoluta obediência a Jesus Cristo, este também reconhece a realidade e a tática do inimigo. Isso Paulo tem em mente quando diz: "...pois não lhe ignoramos os desígnios (de Satanás)." Paulo conhecia a astúcia do inimigo, mas ele também conhecia a vitória de Jesus. Por isso, ele foi vitorioso no combate da fé e, no fim da sua vida, olhando para trás, podia testificar: "Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé."

sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



7 de Setembro

"Graças a Deus que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo." 1 Coríntios 15.57
Qual é a estratégia que nos é prescrita no combate da fé? Em sentido direto não é uma questão nossa, mas a causa do Supremo Comandante. E nosso Comandante é Jesus Cristo, como também está escrito: "O Senhor é homem de guerra; Senhor é o seu nome." Mas agora surge a pergunta: estamos em guerra? Sim, como crentes estamos envolvidos numa guerra de vida ou morte. A ignorância de muitos filhos de Deus a esse respeito é assustadora. Mas tenhamos esse fato claramente diante de nós: discipulado de Jesus significa sacrifício no serviço militar mais difícil e ao mesmo tempo mais triunfante. Infelizmente muitos filhos de Deus não reconhecem que essa luta lhes é ordenada, embora a Palavra de Deus diga claramente: "...desembaraçando-nos de todo peso, e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos com perseverança a carreira que nos está proposta, olhando firmemente para... Jesus..." Portanto, repito: o discipulado de Jesus não é brincar de guerra, mas travar duros combates. De fato, lidamos com inimigos invisíveis, mas mesmo assim fortes e reais. Mas Jesus é vencedor!

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



6 de Setembro

"Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e, sim, contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes." Efésios 6.10-12
Somos exortados a combater "o bom combate da fé." Mas não sejamos presunçosos pensando que é nossa a fé pela qual lutamos, mas lutamos na fé do nosso Senhor Jesus. Isso também Paulo nos diz claramente: "...e esse viver que agora tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus." Jesus Cristo é o dom inefável de Deus para nós, e nEle e por meio dEle Deus nos deu a fé, a Sua fé. As Escrituras dizem que Ele é o Autor e Consumador da fé. Por esse motivo, ninguém pode se gloriar que tenha fé forte e firme, mas aquele que se gloria, glorie-se por conhecer o Senhor. Por isso, dê graças a Deus por Ele, em Sua inescrutável graça, ter lhe dado Jesus, e com Ele todas as coisas. Aquele que aceitou a Jesus pode jubilar como Paulo: "...porventura não nos dará graciosamente com ele todas as cousas?"

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



5 de Setembro

"Crês tu no Filho do homem? Ele respondeu, e disse: Quem é, Senhor, para que eu nele creia?" João 9.35-36
Jesus ajuda aqueles que não têm capacidade de encontrá-lO, os que O procuraram, mas sem sucesso. Lembremos aqui do cego de nascença que havia procurado o Filho de Deus. Sabemos de sua procura através da resposta que ele deu à pergunta do Senhor Jesus: "Quem é, Senhor, para que eu nele creia?" E você, que procura a Jesus: se você ainda não O encontrou, ainda não experimentou a Sua ajuda, ouça a promessa: "...o que busca, encontra." Só Jesus pode lhe ajudar! Quando o cego de nascença encontrou a Jesus, a causa mais profunda de sua cegueira foi desvendada pelo Senhor: "Dito isso, cuspiu na terra e, tendo feito lodo com a saliva, aplicou-o aos olhos do cego, dizendo-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que quer dizer Enviado). Ele foi, lavou-se, e voltou vendo." Aqui causa e efeito, impureza e cegueira estão juntos. A causa da sua cegueira interior é a impureza do pecado em você. Só Jesus pode lhe ajudar! Assim como este cego de nascença, deixe-se convencer da sua impureza, e esteja disposto a atacar a raiz de todo esse mal.

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



4 de Setembro

"Senhor, tu sabes todas as cousas, tu sabes que eu te amo." João 21.17
Jesus também ajuda os desqualificados, quer dizer, aqueles que se sentem jogados no caminho da morte. Pedro foi um destes desqualificados. Ele havia fracassado miseravelmente negando seu Senhor com um juramento diante das perguntas de uma serva. Quando, depois da ressurreição de Jesus, ele disse aos seus co-discípulos: "Vou pescar...", reconhece-se a sua resignação, pois, em outras palavras, ele estava dizendo: "Não adianta nada, eu fracassei no meu discipulado!" Ele se sentiu posto de lado, se sentiu um fracassado. Mas até na sua antiga profissão não havia mais bênção, pois lemos no fim do mesmo versículo: "...e naquela noite nada apanharam." Naquele momento, ele se sentiu totalmente posto de lado. Mas Jesus ajuda aos que foram postos de lado, aos desqualificados: "Mas ao clarear da madrugada, estava Jesus na praia." E sabemos como Ele ajudou ao encalhado Pedro: Jesus tocou naquele ponto do seu íntimo que fez com que Pedro exclamasse do fundo do seu coração: "Senhor, tu sabes todas as cousas, tu sabes que eu te amo." E com você, também tudo, simplesmente tudo falhou, tudo foi mal? Só Jesus pode lhe ajudar, e Ele quer lhe ajudar neste instante!

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



3 de Setembro

"Pois naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados." Hebreus 2.18
Você está desanimado? Somente Jesus pode lhe ajudar, pois Ele, o Rei dos reis, a Majestade suprema, identificou-se com você no seu desânimo, pois Ele mesmo passou por isso.
Você está solitário? Somente Jesus pode lhe ajudar, porque Ele se identificou com você na sua solidão. Ele foi abandonado pelos seus melhores amigos.
Você acha que as suas tentações são pesadas demais? Novamente só Jesus pode lhe ajudar, porque Ele se identificou com as suas tentações. Ele conhece os piores desafios que se aproximam de você, e Ele tem compaixão, não como um estranho, mas como alguém que viveu e sofreu muito mais profundamente, e que acima de tudo venceu!
Só Jesus pode lhe ajudar porque Ele se identificou com você em sua vergonha. Em sua vida há pecados escondidos, pelos quais você se envergonharia até à morte se fossem revelados? Mas Jesus foi até o extremo, Ele se identificou com você em sua vergonha: "...suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia..."

domingo, 2 de setembro de 2018

Pérolas Diárias



2 de Setembro

"Por isso mesmo convinha que, em todas as cousas, se tornasse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote nas cousas referentes a Deus, e para fazer propiciação pelos pecados do povo. Pois naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados." Hebreus 2.17-18
Hoje em dia, muitos, em seu desespero, buscam ajuda nas mais diversas fontes. Alguns lutam por segurança na sua instabilidade. Doentes mentais procuram ajuda com o psiquiatra, mas não encontram a ajuda verdadeira. E por que não? Porque ajuda exterior não traz ajuda interior! Seu problema não é exterior, mas interior, no seu coração, e por isso somente Jesus pode lhe ajudar! Ele pode ajudar porque se tornou semelhante a você e a mim. Pois Ele se identificou interiormente com o seu pecado: "Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus." Isto quer dizer que Jesus Cristo, na cruz do Calvário, se identificou completamente com os nossos pecados, com a nossa natureza corrupta.
Você tem medo da morte? O Senhor Jesus se identifica com o seu medo da morte, pois, ao morrer, Ele, o Eterno, tomou o poder da morte daquele que o possuía, ou seja, o diabo. Por isso: somente Jesus pode lhe ajudar!

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



31 de Agosto

"E a si mesmo se purifica todo o que nele tem esta esperança, assim como ele é puro." 1 João 3.3
A esperança em Jesus, a busca da Sua presença, exige uma purificação interior cada vez mais profunda. Quando nos aproximamos cada vez mais do Senhor, somos levados a uma purificação cada vez mais profunda através da própria natureza de Deus. O que isso significa na prática? Significa que, quanto mais nos aproximamos de Jesus no tempo, mais devemos nos tornar semelhantes a Ele em nosso íntimo. Mas como isso acontece? Isso é resultado de nossa progressiva santificação, que, passo a passo, nos conduz a sermos mais parecidos com Ele: "...seremos semelhantes a ele, porque havemos de vê-lo como ele é." Uma pergunta séria: você está se aproximando interiormente do Senhor assim como você se aproxima dEle exteriormente no tempo? Seu coração se torna cada vez mais ardente, mais meigo e sempre mais semelhante a Jesus? Em que consiste a expressão concreta dessa santificação progressiva? No fato de que as características de Jesus transparecem mais em nossa vida! Quanto mais claramente reconhecemos o alvo, e quanto mais nos aproximamos de Jesus, mais somos capacitados a confiar única e exclusivamente nEle. Essa orientação em direção à Sua Pessoa nos dá uma confiança cada vez mais forte e nossa esperança se torna viva. Esperança é uma expressão da fé.

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



30 de Agosto

"Quem há entre vós que tema ao Senhor, e ouça a voz do seu Servo, que andou em trevas sem nenhuma luz, e ainda assim confiou em o nome do Senhor e se firmou sobre o seu Deus?" Isaías 50.10
As tentações espirituais são profundas e muito fortes. Para obter vitória contra essas tentações é necessário primeiro a vitória sobre as emoções. O espírito humano é a sede do Espírito de Deus. Nosso espírito capta o Eterno. Por isso, o alvo do inimigo é nos conduzir para a escuridão espiritual para que nos desesperemos. O Senhor permite essas tentações para termos a oportunidade de confirmar a autoridade da vitória de Jesus: "Eis aí vos dei autoridade... sobre todo o poder do inimigo." Mas o que podemos fazer na prática, quando nosso espírito é conduzido por uma escuridão inimaginável? Confiar no Senhor – mesmo não sentindo nada! Se não vem resposta do alto, se parece estarmos sem saída, e se em nosso íntimo nos sentimos no fundo do poço, devemos fazer o que diz Isaías: "[Confie] em o nome do Senhor e se [firme] sobre o seu Deus." Se nos firmamos no Senhor, assumimos a postura vitoriosa de Jó, que exclamou: "...eu sei que o meu Redentor vive."

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



29 de Agosto

"Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim."Gálatas 2.19-20
Uma alma deformada tem um caráter deformado. Isso produz a triste figura de um cristão que tem a vida dominada pelo inimigo. Uma pessoa assim, por ser negativa em suas emoções, vive acusando os outros. Se irrita com tudo e com todos, se altera por pouca coisa, e só não se incomoda com os próprios erros. E, por fim, ela se recolhe ofendida a um canto, aborrecida... e o inferno dá gargalhadas, pois esse foi mais um que poderia ter sido usado maravilhosamente pelo Senhor, mas foi paralisado pelo inimigo. Pessoas assim muitas vezes têm muitos dons e teriam condições de ser algo maravilhoso para o louvor da gloriosa graça de Deus. Mas em seus corações não existe mais espaço para outros. Quanto mais esse caráter impulsionado pelas emoções estiver deformado, menor será seu raio de ação espiritual. Por isso, volte para o ponto de partida! Em outras palavras: volte para a posição de estar crucificado com Jesus. Aquele que interiormente chegou à estaca zero tem espaço dentro de si para a total e completa vitória de Jesus. Aquele que leva a sério, até às últimas conseqüências, as palavras de Jesus: "Eis aí vos dei autoridade... sobre todo o poder do inimigo", também tem vitória em todas as outras áreas.

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



28 de Agosto

"Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração." Hebreus 4.12
É através da alma que sentimos, compreendemos e temos que assimilar todas as coisas deste mundo. Aí há o grande perigo de nos deixarmos determinar pelos sentimentos e pelas emoções, e é nessa área que o inimigo mais nos tenta. Ele perturba nossa visão espiritual voltada para Jesus. Mas misturar emoções com coisas espirituais é tentar misturar coisas passageiras com coisas eternas. Justamente essa mistura oferece ao inimigo um forte pretexto e um ponto vulnerável na vida de um cristão. Assim, com facilidade o inimigo manipula sentimentos e emoções, fazendo você crer que é o Senhor lhe mostrando alguma coisa, que é o Senhor tentando lhe dizer algo. Se você faz parte dessa categoria de pessoas, você, apesar dessa fraqueza em separar coisas espirituais de coisas meramente humanas, terá condições de vencer o poder do inimigo usando a Palavra de Deus! Aceite a Palavra e permita que ela ilumine o seu interior, julgando o mais íntimo de seu ser e discernindo o que é apenas emocional daquilo que é espiritual. Então você terá outra vez uma visão clara das coisas espirituais. Seu espírito será guiado pelo Espírito de Deus por caminho reto, e essa troca constante de altos e baixos cessará em sua vida. Seu coração ficará firmemente arraigado em Jesus. Isso acontece pela graça!

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



27 de Agosto

"Porque proclamarei o nome do Senhor. Engrandecei o nosso Deus! Eis a Rocha!"Deuteronômio 32.3-4
Moisés, que havia experimentado o Senhor como a fortaleza segura nas provações e aflições mais pesadas pelas quais passou, testifica diante do povo de Israel no fim da sua vida: "Eis a Rocha!" Em toda a Bíblia, Jesus Cristo se revela como "a Rocha da eternidade", como a fortaleza segura. Você crê que Ele é também a sua rocha? Ou você vive longe de Cristo, da Fortaleza segura para todos os que crêem, justamente neste tempo em que a necessidade de segurança aumenta em escala cada vez maior? Todos temos o desejo de segurança, aconchego, proteção e abrigo. E buscamos isso, mas muitas vezes não no lugar certo, no lugar em que podemos encontrar tudo isso em abundância, ou seja, na única rocha eterna: Jesus Cristo. Como se chama o fundamento sobre o qual você edificou a sua vida? O fundamento da nossa vida determina a vitória ou a derrota no dia-a-dia e é decisivo para a eternidade. O fator determinante não é aquilo que somos em nós mesmos, mas, sim, a base sobre a qual estamos edificados. Coloque os seus pés sobre esta "Rocha da salvação"! Fundamente e construa a casa da sua vida sobre Jesus Cristo, a Rocha eterna! Se você já o fez, renove o seu ânimo! Invoque-O de todo o coração e peça-Lhe: "Abriga-me eternamente em Ti, grande Salvador!" E Ele o fará, pois Deus ouve a oração sincera.

domingo, 26 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



26 de Agosto

"Eis aí vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões, e sobre todo o poder do inimigo, e nada absolutamente vos causará dano." Lucas 10.19
Com estas palavras, o Senhor confere aos que são dEle uma ilimitada autoridade sobre todo e qualquer poder destruidor do inimigo. Devemos estar conscientes de que a atividade do inimigo é uma realidade. A ignorância de um crente não o protege dos ataques, pelo contrário: o inimigo procura justamente os desprevenidos. Porém os vigilantes, aqueles que permanecem no Senhor, são intocáveis. Por isso, o Senhor nos exorta tantas vezes que devemos orar e vigiar para não cairmos em tentação. Paulo diz: "...pois não lhe ignoramos os desígnios." O inimigo de fato investe toda a força contra nós. Mas nessa mesma proporção experimentaremos todo o poder de vitória de Jesus, pois o Senhor nos prometeu: "...vos dei autoridade ...sobre todo o poder do inimigo."Mundialmente acontece hoje um ataque do inferno, uma invasão dos espíritos das profundezas. Filhos de Deus estão na mira do inimigo em primeira linha, mas eles também são os únicos que têm toda a vitória!

sábado, 25 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



25 de Agosto

"Pois o Senhor executará sua sentença sobre a terra, e apressará o fim das suas tentativas de recuperá-la, interrompendo-as merecidamente." Romanos 9.28, ABV
Já ingressamos neste período de iminente prestação de contas. Podemos constatar por nós mesmos, pois não passa um dia em que não haja catástrofes de qualquer natureza. Por quê? Porque na sua presunção o homem virou sua lança contra Deus. Quase em toda parte encontramos hoje uma degeneração, uma inversão de todos os valores, seja na música, na arte ou na moral. A fé em Jesus Cristo é esvaziada e enchida com vida própria. Tudo isso ainda se intensificará – até à repentina vinda do Senhor. Quando lemos o último livro da Bíblia, vemos nitidamente que não está distante o tempo em que o Senhor se revelará pessoalmente, e isso diante dos olhos de todo o mundo: "Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá." O mundo não terá mais tempo para pensar. Vemos isso todos os dias. Você que busca valores passageiros, que compara sua situação financeira e seu salário com o mundo ao redor, ouça-me: desvie seu olhar do mundo e erga outra vez seus olhos conscientemente para Jesus. Tome essa decisão agora e você ouvirá o Senhor lhe chamando como se fosse a primeira vez: "Segue-me."

sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



24 de Agosto

"...Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós. Como não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na videira; assim nem vós o podeis dar, se não permanecerdes em mim." João 15.4
Existe um provérbio que pode ser aplicado na questão da salvação: "A história se repete." O que Israel experimentou nos tempos antigos também acontece hoje. Israel viveu mais de quatrocentos anos sob domínio estrangeiro no Egito. Depois, por meio do sangue de um cordeiro imolado, foram tirados com mão poderosa do Egito, através do Mar Vermelho "...como por terra seca." A seguir os israelitas entraram no deserto. Ali lhes sobrevieram trevas, porque eles se desvencilharam do domínio de Deus. Naquele tempo foi assim, e hoje em dia é assim também. Pois quando observamos esses quatrocentos anos de Israel "sem história", vemos como correspondem exatamente àquilo que o Senhor Jesus diz a nosso respeito no Novo Testamento: "Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer." O que o Senhor quer dizer com isso? Muitas pessoas fazem muitas coisas sem Jesus. Sim, podemos fazer muitíssimas coisas sem Ele, porém se não estivermos sob o Seu domínio, se em tudo o que fizermos não permanecermos em Jesus e não tivermos comunhão vital com Ele, tudo o que fizermos será em vão. Uma vida sem ligação com Jesus é uma vida sem sentido!

quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



23 de Agosto

"...Remindo o tempo." Efésios 5.16
Sempre devemos nos lembrar de que o tempo é uma preciosa dádiva de Deus. Ele nos deu o tempo para que o usemos, e o usemos bem. Em outras palavras: Ele nos deu o tempo para que transformemos os minutos, horas e dias em valores eternos. Se não fizermos isso e perdermos nosso tempo precioso, estaremos desprezando uma grande dádiva de Deus. Devemos nos conscientizar de que o tempo perdido não volta nunca mais. Cada minuto que passa se foi definitivamente; ele não voltará mais nem em toda a eternidade! Por meio do tempo que nos foi dado, temos a possibilidade de trabalhar para Deus. Pois todos os filhos de Deus são Seus colaboradores, cada um no lugar em que Deus o colocou.
Nenhuma pessoa sobre a terra transformou tanto o tempo em valores eternos como nosso Senhor Jesus. João diz no Evangelho: "Há, porém, ainda muitas outras cousas que Jesus fez. Se todas elas fossem relatadas uma por uma, creio eu que nem no mundo inteiro caberiam os livros que seriam escritos". O tempo é curto e a causa do Rei tem pressa! Por isso seja fiel na administração e no uso da quantia limitada de tempo que lhe foi confiada. Então um dia você ouvirá: "Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei: entra no gozo do teu Senhor."

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



22 de Agosto

"Quem és tu, ó homem, para discutires com Deus?! Porventura pode o objeto perguntar a quem o fez: Por que me fizeste assim?" Romanos 9.20
Esse versículo nos mostra que questionar o Criador, o Deus vivo, é uma petulância. Na história do mundo só existe um porquê justificado: o porquê do Senhor Jesus quando exclamou na cruz: "Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?" Existem mistérios e profundezas de Deus que nós, humanos, com nossa capacidade de percepção extremamente reduzida, nunca poderemos compreender. Toda a eternidade não será suficiente para esgotar e conhecer a fundo a natureza de Deus. Pois tão infinito e eterno como Ele é na Sua existência, tão eterno e infinito Ele é na glória da Sua personalidade. Justamente isso significa que jamais compreenderemos completamente a natureza de Deus. Mas exatamente por essa razão a mensagem do Evangelho é tão preciosa. Deus enviou Jesus, o fiel Salvador, que disse: "Quem me vê a mim, vê o Pai." E por intermédio de Jesus também nos é dada a possibilidade de vitória: "Graças a Deus que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo".

terça-feira, 21 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



21 de Agosto

"Toda criatura vivente que vive em enxames, viverá por onde quer que passe este rio."Ezequiel 47.9
Segundo o meu entendimento, o Jordão é o único rio no qual o Deus triuno se revelou. Lemos isso em Mateus 3.16-17: "Batizado Jesus (Deus, o Filho), saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus (Deus, o Espírito Santo) descendo como pomba, vindo sobre ele. E eis uma voz dos céus, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me (Deus, o Pai) comprazo". Como seria bom se você compreendesse isso ainda hoje, neste momento: o Deus triuno se concentra no Calvário. Lá onde escorreu o sangue de Jesus, onde a morte de Jesus se tornou realidade, lá você encontra a trindade divina. O Deus santo só se une a alguém que foi ao "Jordão" com os seus pecados. Aquele que diz sim ao "Jordão", aquele que diz sim à morte de Jesus, deve contar com uma oposição muito forte, pois todo o inferno se lança sobre ele. Se hoje você passa pelo "Jordão", se você leva Jesus, o Crucificado, a sério, haverá guerra! Mas o inimigo já foi vencido! Você pode jubilar com Davi: "Ainda que um exército se acampe contra mim, não se atemorizará o meu coração; e se estourar contra mim a guerra, ainda assim terei confiança."

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



20 de Agosto

"Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando houverdes passado o Jordão para a terra de Canaã, desapossareis de diante de vós todos os moradores da terra, destruireis todas as suas pedras com figura, e também todas as suas imagens fundidas, e deitareis abaixo todos os seus ídolos." Números 33.51-52
O Jordão representa muito especialmente a morte do Senhor Jesus Cristo. Aqui o vemos como a única base de saída da vitória sobre todos os poderes do inimigo. O Senhor ordenou aos filhos de Israel que expulsassem todos os moradores de Canaã e destruíssem todos os seus ídolos. Mas primeiro Ele diz: "Quando houverdes passado o Jordão..." Disso aprendemos como se vence: não em direção à cruz, não em direção à vitória, mas, sim, partindo da Sua cruz, da vitória já conquistada pelo Senhor na cruz! Creia, meu amigo: "Está consumado!" Se você descansa nessa obra consumada, se você está unido com Ele, com Jesus na cruz, então comece a sua vida vitoriosa – não o inverso! Você não deve tentar se deixar crucificar aos poucos, mas pela fé deve colocar os seus pés nessa vitória agora mesmo. Justamente isso está escrito em Romanos 6.6: "...sabendo isto, que foi crucificado com ele o nosso velho homem". Para quê? Paulo continua: "...para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos."

domingo, 19 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



19 de Agosto

"Se alguém vem a mim, e não aborrece a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs e ainda a sua própria vida, não pode ser meu discípulo." Lucas 14.26
Como já dissemos, o nome Jordão significa "descer". Mas ele ainda tem um segundo significado, ou seja, "separação". O Jordão separava o povo de Israel do deserto. Quando Israel atravessou este Jordão da morte, deixou para trás sua vida no deserto – uma representação da cruz. Nada nos separa tão radicalmente do deserto da nossa velha vida como o ato de atravessar este Jordão da morte, a confissão sincera: "Estou crucificado com Cristo." Paulo testificava que pela cruz estava separado de tudo: "Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo."
Aquele que não se identificar com a morte de Jesus separando-se de todas as coisas deste mundo, não será capaz de entrar na plenitude de Deus. É impressionante ver a incapacidade de muitos filhos de Deus. Eles param diante do Jordão. Querido leitor, atravesse hoje o Jordão da morte, aceite este caminho, o caminho do Cordeiro, o caminho da morte, e diga face a face com o Senhor: "Senhor, eu concordo em morrer contigo e abro mão de seguir meu próprio caminho".

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



17 de Agosto

"Temos assim tanto mais confirmada a palavra profética, e fazeis bem em atendê-la, como a uma candeia que brilha em lugar tenebroso, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em vossos corações." 2 Pedro 1.19
"Ter", segundo a nossa concepção, significa "firme possessão", "propriedade garantida". O Senhor quer dizer que não apenas recebemos a Palavra profética, mas também a possuímos. Ela é uma possessão preciosa, para a qual devemos atentar como para "uma candeia que brilha em lugar tenebroso", e dela devemos tirar o máximo proveito. Vivemos na tenebrosa noite dos tempos finais: "...até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em vossos corações." Fico profundamente comovido por Pedro não ter dito: "...até que a estrela da manhã nasça no céu, e Jesus desça da glória celestial", mas, sim: "...até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em vossos corações". Com essas palavras, ele testifica que a vinda de Jesus tem a ver com nossos corações. Por isso, no momento em que Jesus aparecer será provocado um poderoso eco nos corações dos filhos de Deus santificados. A luz da Palavra profética é cada vez mais necessária porque o cumprimento, ou seja, a realização da profecia bíblica se acelera em nossos dias. Não está mais distante o dia em que o Senhor se revelará diante dos olhos de todo o mundo.

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



16 de Agosto

"Tendo em conta, antes de tudo, que, nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões." 2 Pedro 3.3-4
Com a profecia sucede muitas vezes o mesmo que com a oração: acontece justamente o contrário daquilo que pedimos. Em vez de sermos livrados de uma aflição, ela se torna ainda maior. Mas os verdadeiros filhos de Deus não se deixam intimidar por isso. Eles sabem: se tudo o que vejo e experimento contradiz meu pedido, mesmo assim a resposta está bem próxima. No caso das profecias, em um primeiro momento parece que acontece exatamente o contrário daquilo que está escrito na Bíblia, o que leva os inimigos do Senhor a debocharem do povo de Deus. Mas os verdadeiros cristãos pressentem, sabem o que está acontecendo no mundo invisível, embora nada do que se passa naquela esfera possa ser visto ainda. Um bom exemplo é a profecia do profeta Isaías, que diz que Babel (o Iraque) e a gloriosa pompa dos caldeus chegaria ao fim como aconteceu com as cidades de Sodoma e Gomorra. Ou, como diz o profeta Jeremias, Babel se transformaria num monte de pedras e em morada de chacais. O definitivo cumprimento dessa profecia ainda está por acontecer, mas já se iniciou, já caminha para seu desfecho final. Continuemos a confiar no Senhor apesar de tudo o que pode nos afastar dEle.

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Pérolas Diárias



15 de Agosto

"Havendo-os levado para fora, disse um deles: Livra-te, salva a tua vida; não olhes para trás, nem pares em toda a campina; foge para o monte, para que não pereças." Gênesis 19.17
O principal pecado da cidade de Sodoma foi a sua devastadora imoralidade: homossexualismo, perversidade, latrocínio, morte, avareza e cobiça. Em nossos dias também vivemos como em Sodoma. Os governos cada vez mais perdem a sua autoridade e se tornam impotentes diante da crescente criminalidade. Para Ló foi dito naquele tempo: "Livra-te, salva a tua vida." Sem dúvida que essa mensagem de amor não foi anunciada num tom de indiferença, mas num tom muito sério. Ló foi uma pessoa privilegiada, pois dois anjos de Deus vieram a ele pessoalmente; mas eu lhe digo: você também é um privilegiado, pois Deus fala agora ao seu coração por meio da Sua Palavra. Foge para Jesus por amor à sua vida eterna. Deus mesmo se dirige aos homens de hoje, que, como outrora, vivem como em Sodoma. Deus é amor, e Ele ama você também. Por isso: salve a sua vida! Entregue-se a Jesus! Pois Deus não deseja a morte do pecador, mas, sim, que ele se converta e viva eternamente.

Doações para manutenção

Banco Bradesco
Ag. 1804-0 c/c 00585785

Banco Bradesco
Ag.1804-0 conta poupança 1008973-5