quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Todo Dia Com Paz

Confessei-te o meu pecado e a minha maldade não encobri; dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado
(Salmo 32:5).

"TODOS PECARAM"

 "Em geral, não sou pior do que as outras pessoas. Eu nunca fiz mal a qualquer pessoa, e Deus é bondoso. Ele vai fazer vista grossa para as minhas faltas leves e considerar meus sinceros esforços de viver retamente". ? Assim dizem ou pensam muitas pessoas.
Podemos até acreditar quando dizem que não são piores do que os outros. A questão é: quem são esses outros? A comparação que fazem com eles é um argumento válido aos olhos de Deus? Veja você, um dia todos nós daremos "conta de si mesmo a Deus" (veja Romanos 14:12). Então, os "outros" não terão nenhuma relação conosco. Em todo o caso, seria mais aconselhável confiar menos em nossa própria avaliação e prestar atenção ao veredicto de Deus, pois Ele é o Juiz Supremo. Sua Palavra diz: "Todos pecaram" (Romanos 3:23), e também que Deus não pode ignorar o pecado. Sua santidade exige que Ele deva julgar até mesmo o que nos parece insignificante.
Ao mesmo tempo, no entanto, Ele é um Deus que nos ama e nos deu um Salvador: o Seu Filho amado. Jesus Cristo voluntariamente tomou o nosso lugar no juízo divino plenamente em acordo com seu Pai. O pecado foi condenado na cruz do Calvário, onde o Senhor Jesus apagou o pecado de todos que confiam em Sua obra de expiação pela fé.
Nós nunca devemos pensar que Deus vai julgar os nossos pecados levemente, uma vez que Ele, particularmente, nos oferece os meios de obter o Seu completo perdão "gratuitamente" mediante a fé em Jesus Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Doações para manutenção

Banco Bradesco
Ag. 1804-0 c/c 00585785

Banco Bradesco
Ag.1804-0 conta poupança 1008973-5