sábado, 22 de outubro de 2016

Devocional Diário CHARLES SPURGEON

Versículo do dia: Eu de mim mesmo os amarei. (Oséias 14.4)
Esta sentença é um corpo de divindade em miniatura. Aquele que entende o significado desta afirmação é um teólogo e aquele que pode mergulhar na plenitude desta sentença é um verdadeiro mestre em Israel. Esta sentença é uma síntese da gloriosa mensagem de salvação que nos foi dada em Cristo Jesus, nosso Redentor. O âmago desta sentença está nas palavras “de mim mesmo”. Esta é a maneira apropriada, gloriosa e divina pela qual o amor flui do céu à terra. É um amor espontâneo, manifestando-se para com aqueles que não o merecem, não o compraram, não procuraram por ele. Esta é realmente a única maneira como Deus pode nos amar. O texto é um golpe mortal para todos os tipos de aptidões: “Eu de mim mesmo os amarei”. Ora, se houvesse em nós alguma aptidão necessária, então, Deus não nos amaria de Si mesmoi no mínimo, isto seria uma redução da generosidade deste amor. Mas a verdade permanece: “Eu de mim mesmo os amarei”. Nós lamentamos: “Senhor, meu coração é tão endurecido”. Ele responde: “Eu de mim mesmo os amarei”. Nós dizemos: “Mas não sinto necessidade de Cristo como gostaria de sentir. Não sinto aquele quebrantamento da parte do Espírito Santo, o quebrantamento que eu deveria desejar”. E Ele responde: “Eu não amarei vocês porque sentem sua necessidade. “Eu de mim mesmo os amarei”. A aliança da graça não impõe condições. Sem qualquer merecimento, podemos nos aventurar na promessa de Deus, feita para nós em Cristo Jesus: “Quem nele crê não é julgado” (João 3.18). Somos abençoados por sabermos que a graça de Deus é espontânea para conosco a todo o momento, sem a necessidade de preparações, adequações, dinheiro ou preço! De fato, este versículo foi escrito especialmente para tais pessoas. “Curarei a sua infidelidade, eu de mim mesmo os amarei” (Oséias 14.4). Ó pecador, a generosidade desta promessa certamente quebrantará o seu coração, e você retornará, e procurará a face de seu ofendido Pai

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Doações para manutenção

Banco Bradesco
Ag. 1804-0 c/c 00585785

Banco Bradesco
Ag.1804-0 conta poupança 1008973-5