sábado, 3 de dezembro de 2016

Devocional Diário CHARLES SPURGEON

Versículo do dia: Em ti não há defeito. (Cântico dos Cânticos 4.7)
Havendo declarado sua igreja positivamente repleta de beleza, nosso Senhor confirma sua apreciação por meio de uma preciosa negação: “Em ti não há defeito”. É como se o Noivo tivesse pensado que o mundo insinuaria que Ele mencionara apenas as partes agradáveis da igreja e omitido, propositadamente, as características deformadas ou corrompidas. O Senhor Jesus resume tudo, declarando a beleza universal e completa da igreja, bem como a sua total ausência de mácula. Uma mancha é a menor coisa que pode deformar a beleza. Entretanto, mesmo desta pequena mancha, o crente é liberto à vista de seu Senhor. Se o Senhor Jesus houvesse dito que a igreja não tem nenhuma cicatriz severa, nenhuma deformidade horrível, nenhuma úlcera mortal, poderíamos nos admirar disso. Mas quando Ele testemunha que a igreja está livre de qualquer mancha, todas estas outras formas de aviltamento estão incluídas, e a profundidade do milagre aumenta. Se o Senhor Jesus houvesse prometido remover todas as manchas, agora mesmo ou no futuro, teríamos um motivo de regozijo eterno. No entanto, quando Ele fala sobre isto como algo que já foi realizado, quem pode conter as mais intensas emoções de satisfação e deleite? O Senhor Jesus não tem qualquer disputa com a sua esposa. Freqüentemente ela se afasta e entristece o Espírito Santo d'Ele. Todavia, o Senhor Jesus não permite que os erros de sua esposa afetem o seu amor. Às vezes, Ele a repreende, mas sempre da maneira mais carinhosa e com as melhores intenções. Ele a chama “querida minha” (Cântico dos Cânticos 4.1) mesmo quando ela erra. Não há qualquer recordação de nossas tolices. O Senhor Jesus não nutre pensamentos ruins sobre nós; mas, nos perdoa e ama, depois da ofensa, com a mesma afeição com que nos amava antes. Seu perdão é benéfico a nós, pois se Jesus fosse tão atento às ofensas como nós somos, como poderia Ele ter comunhão conosco? Nosso querido Esposo conhece muito bem os nossos corações insensatos para que se ofenda com nossas atitudes tolas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Doações para manutenção

Banco Bradesco
Ag. 1804-0 c/c 00585785

Banco Bradesco
Ag.1804-0 conta poupança 1008973-5