sábado, 23 de dezembro de 2017

O presente indescritível de Deus

Versículo do dia: Porque, se nós, quando inimigos, fomos reconciliados com Deus mediante a morte do seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida; e não apenas isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, por intermédio de quem recebemos, agora, a reconciliação. (Romanos 5.10-11)
Como recebemos a reconciliação e exultamos em Deus de forma prática? Uma resposta é fazê-lo por meio de Jesus Cristo. Ao menos em parte, isso significa fazer do relato sobre Jesus na Bíblia — a obra e as palavras de Jesus descritas no Novo Testamento — o conteúdo essencial da sua alegria em Deus. A exultação sem conhecimento sobre Cristo não honra a Cristo.
Em 2 Coríntios 4.4-6, Paulo descreve a conversão de duas maneiras. No versículo 4, ele diz que a conversão é ver a “glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus”. E no versículo 6, diz que é ver “a glória de Deus, na face de Cristo”. Em ambos os casos você percebe a essência. Nós temos Cristo, a imagem de Deus, e temos Deus na face de Cristo.
De forma prática, para exultar em Deus, você se alegra com o que vê e conhece de Deus na descrição de Jesus Cristo. E essa exultação chega à sua plenitude quando o amor de Deus é derramado em nossos corações pelo Espírito Santo, como diz Romanos 5.5.
Portanto, aqui está a essência do Natal. Deus não somente comprou a nossa reconciliação por meio da morte do Senhor Jesus Cristo (versículo 10), e Deus não apenas nos capacitou a receber essa reconciliação através do Senhor Jesus Cristo (versículo 11), mas mesmo agora, o versículo 11 diz que nós exultamos no próprio Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.
Jesus comprou a nossa reconciliação. Jesus nos capacitou a receber a reconciliação e abrir o presente. E o próprio Jesus brilha no embrulho do presente indescritível, como Deus encarnado, e desperta toda a nossa exultação em Deus.
Olhe para Jesus neste Natal. Receba a reconciliação que ele comprou. Não coloque o presente na prateleira sem abri-lo. E não o abra e depois use-o como um meio para todos os seus outros prazeres.
Abra o presente e desfrute dele. Exulte nele. Faça dele o seu deleite. Faça dele o seu tesouro.
Por: John Piper. © Desiring God – Solid Joys
Original: 23 de Dezembro – O presente indescritível de Deus. © 2017 Ministério Fiel. Todos os direitos reservados. Website: MinisterioFiel.com.br. Tradução: Camila Rebeca Almeida. Revisão: Vinicius Musselman. Narração: Emílio Garofalo Neto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Doações para manutenção

Banco Bradesco
Ag. 1804-0 c/c 00585785

Banco Bradesco
Ag.1804-0 conta poupança 1008973-5